ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Efeitos de curto e longo prazo da expansão rápida da maxila no tecido mole e duro do nariz: Um estudo com tomografia computadorizada de feixe cônico

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Efeitos de curto e longo prazo da expansão rápida da maxila no tecido mole e duro do nariz: Um estudo com tomografia computadorizada de feixe cônico

 



Neste artigo publicado em 2021, na Angle Orthodontist, pelos autores Cassie T. Truong; Hyeran H. Jeon; Puttipong Sripinun; Ann Tierney; Normand S. Boucher. Do Department of Orthodontics, School of Dental Medicine, University of Pennsylvania, Philadelphia, Pa, USA e do Center for Clinical Epidemiology and Biostatistics, Perelman School of Medicine, University of Pennsylvania, Philadelphia, Pa, USA. Avaliou as mudanças nas partes moles e duras do nariz imediatamente após a expansão rápida da maxila (ERM) e avaliou a estabilidade dessas mudanças usando a tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC).

Um total de 35 pacientes do grupo de tratamento (GT) (18 meninas, 17 meninos; 9,39 +- 1,4) tiveram uma TCFC pré-ERM e uma TCFC pós-ERM aproximadamente 66 dias após a expansão, e 25 pacientes fizeram uma TCFC de acompanhamento 2,84 anos mais tarde. Um total de 28 pacientes do grupo controle (GC; sem ERM) (16 meninas, 12 meninos; 8,81 +- 1,6) realizaram uma TCFC inicial e uma TCFC em média 2,25 anos depois. Os pontos de referência nasais de tecidos moles e duros foram medidos nos planos transverso, sagital e coronal do espaço em exames de TCFC. As diferenças dentro do mesmo grupo foram avaliadas por testes t pareados ou testes de postos sinalizados de Wilcoxon. As comparações de longo prazo entre GT e GC foram avaliadas por testes t de amostras independentes ou testes de soma de postos de Wilcoxon.

Imediatamente após a ERM, houve aumentos médios estatisticamente significativos de 1,6 mm na largura da base alar, 1,77 mm na altura piriforme e 3,57 mm na largura piriforme (P<0,05). O GC mostrou aumentos significativos ao longo de 2,25 anos (P< 0,001). Em comparação com o GC, a avaliação a longo prazo do GT demonstrou que apenas a altura piriforme e a largura piriforme mostraram uma diferença estatisticamente significativa (P<0,01).

Os autores concluiram que embora a ERM tenha produzido algum aumento significativo no tecido mole nasal imediatamente após a expansão, ela regrediu à média de crescimento e desenvolvimento normais ao longo do tempo. No entanto, a avaliação a longo prazo do GT em comparação com o GC mostrou que apenas a altura e a largura piriforme foram afetadas pela RME.

Link do artigo na integra via Angle:

https://meridian.allenpress.com/angle-orthodontist/article/91/1/46/445876/Short-term-and-long-term-effects-of-rapid

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe !