ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Tratamento interceptivo na displasia ectodérmica usando um aparelho ortodôntico/protético modular inovador: Um relato de caso com acompanhamento de 10 anos

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Tratamento interceptivo na displasia ectodérmica usando um aparelho ortodôntico/protético modular inovador: Um relato de caso com acompanhamento de 10 anos

 


Neste artigo de 2018, publicado pelo European Journal of Paediatric Dentistry, pelos Autores D. Celli, A. Manente, C. Grippaudo, M. Cordaro. Da School of Orthodontics, Catholic University of the Sacred Heart, Rome, Italy. Private Practice in Pescara, Italy. ** Private Practice in Pescara, Italy, Fondazione Policlinico Universitario A. Gemelli IRCCS, Rome Università Cattolica del Sacro Cuore Dental Institute, Head and Neck Department. Relata  O tratamento de um caso complexo de displasia ectodérmica hipoidrótica (DEH) com oligodontia severa.

Um menino de 6 anos com DEH foi tratado com aparelho ortodôntico / protético modular. O dispositivo foi feito sob medida e consistia em duas partes, superior e inferior, que foram parcialmente removíveis e parcialmente fixadas. O paciente foi preparado para receber implantes dentários para reabilitação oral definitiva. O tratamento foi iniciado com aparelho removível de resina acrílica polimerizada com parafuso expansor na maxila e na mandíbula. A seguir, um aparelho modular ortodôntico / protético inovador foi confeccionado na maxila e na mandíbula, fixado com bandas nos primeiros molares permanentes, com parafuso expansor e parafuso telescópico que acompanham e sustentam os dentes protéticos de resina durante a expansão ortopédica. Os dentes protéticos de resina eram removíveis da estrutura metálica fixa deste aparelho. O paciente foi acompanhado por 10 anos desde o início do tratamento.

Os autores concluíram que o aparelho modular  descrito e a abordagem terapêutica mostraram-se eficientes e duráveis no alcance de diversos objetivos no tratamento de um caso complexo de DEH. Os objetivos não eram apenas ortodônticos, mas também protéticos e psicológicos.

Link do artigo na integra via Ejpd:

https://ejpd.eu/EJPD_2018_19_4_11.pdf


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe !