ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Análise tridimensional do movimento dentário após a intrusão de um molar extruido usando um mini-implante com aparelho ortodôntico fixo

terça-feira, 28 de junho de 2016

Análise tridimensional do movimento dentário após a intrusão de um molar extruido usando um mini-implante com aparelho ortodôntico fixo


Neste artigo de 2013, publicado pela Angle Orthodontist, pelos autores  Shin-Jae Lee; Sook-Yun Jang; Youn-Sic Chun; Won Hee Lim; Do Department of Orthodontics, School of Dentistry & Dental Research Institute, Seoul National University, Seoul, Korea, Division of Orthodontics, Ewha Womans’ University Mokdong Hospital, Seoul, Korea, Department of Orthodontics, School of Dentistry & Dental Research Institute, Seoul National University, Seoul, Korea. Mostra um estudo baseado em sobreposição de modelos digitais tridimensionais em dentes intruidos com mini implantes ortodonticos.

Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar tridimensionalmente (3D) as mudanças de posição de um dente intruido, um dente vizinho e um dente conectado a um mini-implante, seguido da intrusão de um único molar supra erupcionado(extruido), utilizando um mini-implante associado a arelhos ortodônticos fixos parciais.

O estudo consistiu de 14 pacientes adultos (dois homens e 12 mulheres com idade média de 41,9 anos), com um molar  extruido devido à perda de um antagonista. A intrusão foi realizada utilizando um mini-implante com uma alça parcial. O tempo médio de tratamento foi de 11,9 meses e o tempo médio de contenção foi de 23,3 meses. Para quantificar as alterações de posição dos dentes, foi utilizado modelos em 3D, um sistema de varrimento dental à base de laser e software 3D no pré-tratamento, pós-tratamento, e contenção estavam orientadas segundo um sistema de coordenadas e sobrepostas utilizando dentes sem movimentação como referências. As alterações nos eixos x, y e z, foram medidos na ponta de cada cúspide dos dentes envolvidos.

O molar extruido foi intruido com um valor médio de 1,35 +- 0,48 milímetros e foi bem conservado durante o período de contenção. A variação total no dente vizinho foi insignificante, apesar de apresentaram movimento oposto em comparação com o dente movimentado durante a intrusão. O dente ligado ao mini-implantes exibiu uma ancoragem segura.

Os autores concluiram que a análise 3D mostrou as mudanças na posições detalhadas de cada dente, e os molares envolvidos foram mantidos após a intrusão.


 Link do artigo na integra via Angle Orthodontist:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe !