ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Fatores que influenciam na precisão de predição de mudanças cefalométricas no perfil do tecido mole após Cirurgia Ortognática

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Fatores que influenciam na precisão de predição de mudanças cefalométricas no perfil do tecido mole após Cirurgia Ortognática



Neste artigo de 2012, publicado pelo Journal Maxillofacial Oral Surgery, pelos autores Olga-Elpis Kolokitha, Evangelia Chatzistavrou, do Department of Orthodontics, School of Dentistry, Aristotle University of Thessaloniki, 54124 Thessaloniki, Greece. Mostra um estudo baseado em revisão da literatura no qual avalia fatores que devem ser levados em considerações no planejamento da cirurgia Ortognática.

A previsão cefalométrica do resultado do tratamento com cirurgia ortognática é uma parte importante do planejamento cirúrgico e processo essencial no consentimento informado. As mudanças ortodônticas e cirúrgicas devem ser descritas antes do tratamento, a fim de avaliar a viabilidade do tratamento, para otimizar a gestão de processos e aumentar a compreensão do paciente e aceitação do tratamento recomendado.

O objetivo do presente artigo foi investigar os fatores que poderiam influenciar na precisão da previsão cefalométrica, no planejamento da cirurgia ortognática. A revisão da literatura revelou que, além de fatores diretamente relacionados com o método de previsão e seu uso, existe um número considerável de fatores que possam afetar significativamente a precisão da resposta dos tecidos moles. 

Esses fatores podem ser os biológicos, tais como recidiva, o centro de rotação mandibular e variação individual na resposta ao tratamento entre outros, tais como gênero, raça, espessura do tecido mole pré-operatório  e bases de dados para a média das razões para mudanças suaves nos movimentos de tecidos duros.

Alguns dos fatores que afetam a precisão da previsão da resposta dos tecidos moles após a cirurgia ortognática são inevitáveis ​​e há outros, difíceis de controlar e prever. No entanto, os pacientes devem ser informados que as previsões são apenas um guia, pode não representar o resultado real sobre o resultado cirúrgico, e, como tal, devem ser implementadas.

Link do artigo na integra via ncbi:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe !