ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Comparação da eficiência utilizando a técnica de mensuração dentaria em modelos digitais ortodônticos

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Comparação da eficiência utilizando a técnica de mensuração dentaria em modelos digitais ortodônticos



Neste artigo a ser publicado em 2010, na Angle Orthodontist, pelos autores Heather M. I. Horton; James R. Miller; Philippe R. Gaillard; Brent E. Larson; do Department of Developmental and Surgical Sciences, Division of Orthodontics, Department of Developmental and Surgical Sciences University of Minnesota School of Dentistry, Minneapolis, Minnesota. Mostra um estudo realizado com a tecnologia dos modelos digitais para mensuração do tamanho dentario utilizand diversas técnicas de medição com esta técnologia.

Este estudo foi realizado com o intuito de determinar a melhor técnica para medir a largura do dente mesial-distal com modelos digitais.

As larguras mesial e distal individual de cada dente foram medidos ( de primeiro molar a primeiro molar, superiores e inferiores) em 32 modelos de gesso e outros modelos digitais (emodels, GeoDigm, Chanhassen, Minn). Os modelos digitais foram medidos com cinco diferentes técnicas: oclusal, face oclusal zoom sobre cada dente individual, aspecto facial como r otação necessária, aspecto facial de três posições padrão (R bucal, facial e bucal L), e qualitativamente girar o modelo em qualquer posição considerada necessária. As medidas foram repetidas três vezes com pelo menos 1 semana de intervalo. O tempo necessário para o operador completar cada conjunto de
medições foi registrada.

Quatro de cinco técnicas de medição digital (exceto para o aspecto facial de três posições padrão) mostraram um leve desvio positivo (superestimativa de largura medidos) em comparação com medições. A Medição da face oclusal, resultou em maior correlação de Pearson (98,509%), o mínimo desvio padrão Bland Altman das diferenças de valor (1,881 mm), e o tempo de medição de segundo mais rápido (2 minutos 3 segundos). Qualitativamente rotativo o modelo teve correlação de Pearson semelhantes e valores de Bland-Altman para a técnica oclusal, mas levou mais tempo para medir (7 minutos 1 segundo).

A técnica de medição oclusal de modelos digitais foi a melhor combinação de precisão, repetibilidade e velocidade de medição.


Link do artigo na integra via Angle Orthodontist:

3 comentários:

  1. interessante. Como se obtém um modelo desses? scanner 3D?

    ResponderExcluir
  2. Otimo!´Gostei! Ha como transformar a imagem digital em modelo de algum material, gesso, etc??

    ResponderExcluir

Participe !