ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Novembro 2012

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Ancoragem com a bioprogressiva de Ricketts é mesmo mais efetiva?

Não é isso que diz o artigo publicado na Angle Orthodontist, Vol 75, No 6, 2005, cujos autores são: Dayse Urias; Fatima Ibrahim Abdel Mustafa.

Técnicas ortodônticas com conceitos e filosofias diferentes surgiram para fornecer controle de ancoragem adequada. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia da técnica Bioprogressiva e Straight-wire no controle de ancoragem inferior. A amostra foi obtida a partir dos registros de 40 pacientes portadores de maloclusões de Classe I e II tratados com extrações de  primeiros premolares. 

Um grupo de 20 pacientes foi tratado com um arco base usado para criar ancoragem cortical no arco inferior e mecânica de retração seccionais para fechamento de espaços. 



O segundo grupo foi tratado com fio simples com um sistema de aparelho pré-ajustado. Avaliação do tratamento não revelaram diferenças significativas entre os grupos no que diz respeito à quantidade de crescimento esquelética em relação à base do crânio e  movimento mesial dos primeiros molares inferiores. A média de perda de ancoragem inferior foi de 3,1 mm nos pacientes Bioprogressiva e quatro milímetros nos pacientes Straight-wire. A mudança de base apical foi o componente mais importante para a correção molar. 

Apesar de ancoragem cortical não impedir o movimento do molar infeior, não foi menos eficaz em controlar o movimento molar com um aparelho parcial (molares e incisivos) do que foi o  aparelho Straight-wire (todos os dentes).

Para ler o artigo na íntegra clique aqui.


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Citocinas e VEGF de indução no Movimento ortodôntico em modelos animais



Neste artigo de 2012, publicado pelo Journal of Biomedicine and Biotechnology, pelos autores  M. Di Domenico, F. D’apuzzo, A. Feola,1 L. Cito, A. Monsurro, G. M. Pierantoni, L. Berrino, A. De Rosa, A. Polimeni, and L. Perillo. do Department of General Pathology, Second University of Naples, Via L. De Crecchio, Naples, Italy e do Department of Oral Pathology, Orthodontics and Oral Surgery, Institute of Biochemistry, Second University of Naples,Via L. De Crecchio, Naples, Italy \, do Department of Cellular and Molecular Biology and Pathology, Faculty of Medicine of Naples, University of Naples, Italy, do INT-CROM, “Pascale Foundation” National Cancer Institute - Cancer Research Center, Mercogliano, Italy, do Department of Experimental Medicine, Second University of Naples, Naples, Italy e do Department of Oral and Maxillofacial Sciences, University of Rome “La Sapienza”, Rome, Italy 



A Ortodontia é um ramo da odontologia que tem por objetivo a resolução das maloclusões dentárias. O especialista realiza o tratamento utilizando  aparelhos ortodônticos intrabucais ou extraorais, que requerem um nível de carga de força determinada para se obter o movimento dentario numa determinada direção, dentro dos arcos dentarios.

O movimento ortodôntico dentário depende da remodelação do osso alveolar e da eficiência do ligamento periodontal, correlacionados com várias respostas biológicas as mecânicas empregadas nos tecidos ao redor dos dentes. Na região onde o ligamento periodontal fica sob pressão, resultará na reabsorção óssea ao passo que um ligamento periodontal sob tensão resulta na formação de osso. Na fase preliminar da aplicação de forças ortodônticas, uma inflamação aguda ocorre no periodonto.

Várias citocinas pró-inflamatórias são produzidas por células imuno-competentes que migram através de capilares dilatados. Neste artigo, faz-se um resumo, também através da utilização de modelos animais, do papel de algumas destas moléculas, ou seja, o fator de crescimento interleucina-1β e do endotélio vascular, que são alguns marcadores de proliferação de osteoclastos e osteoblastos, e o fator estimulante de colónias de macrófagos.

Os autores ressaltaram na conclusão que o conhecimento sobre os mecanismos biológicos envolvidos na movimentação ortodôntica são de grande importância para o ortodontista, e podem modular respostas mecanicas e no processo inflamatório, acelerando ou desacelerando o movimento dentário, adicionando várias substâncias exógenas, tendo também consideração a condição de saúde de cada elemento tratado ortodonticamente.

Link do artigo na integra via NCBI:

sábado, 24 de novembro de 2012

Prof. Dr. Rhonan Ferreira na Academia da Ortodontia Contemporânea



O Prof. Dr. Rhonan Ferreira, um dos grandes nomes da odontologia legal, com atividades em todo o Brasil e no exterior, nos presenteou com uma aula envolvente sobre a responsabilidade do ortodontista e todos os pontos de convergência entre as duas especialidades.


Descontraído e com muita responsabilidade ao mostrar os casos clínico-periciais evidenciou a necessidade que tem o ortodontista de incorporar práticas simples de comunicação na sua prática diária, afim de não gerar ruídos e desentendimentos entre as partes. A ortodontia com honestidade e respeito ao paciente.

Discutidos os aspectos legais do exercício da especialidade e o entendimento sobre a documentação digital e suas implicações legais. Conceito de prova, guarda, posse e acesso ao prontuário. E ainda o que o compõe nos dias atuais.
Qual o papel das mídias sociais nas comunicações legais e toda a modernidade dos novos recursos de imagem sob os olhos da lei.

 Só temos a agradecer ao amigo Dr. Rhonan por seu esforço em vir compor o mais moderno programa de educação continuada do Brasil e por ter aceito, de imediato, voltar em 2013 para a nova turma de ortodontistas contemporâneos.
A academia tem exatamente este conceito: Seriedade, responsabilidade, baseada nos princípios fundamentais da ciência, mas com a missão de aproximar o futuro e oferecer tudo o que você quer ser em 10 anos em apenas um.

Dr. Rhonan é o principal mantenedor do portal de odontologia legal, Odontologia Forense. Acesse e participe.



sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Prof. Adriano Marotta Araújo na Academia da Ortodontia Contemporânea



A integralidade do programa da Academia da Ortodontia Contemporânea contemplou a administração do consultório odontológico. O Prof. Adriano, com grande experiência internacional, passou todos os pilares  da administração moderna que compõem a Ortho-i.


Durante toda a quinta-feira, os alunos da Ortodontia Contemporânea puderam fazer uma reflexão dos pontos mais sensíveis da administração das suas clínicas e perceberam tendências importantes para seu posicionamento no mercado.




Para a coordenação deste curso avançado em ortodontia contemporânea foi uma grande honra em receber este grande Ortodontista que, generosamente, transfere o seu aprendizado adquirido ao longo de muitos anos no exterior e em toda sua formação, além de sua convivência familiar de 3 gerações de  grande importância na odontologia nacional.





A Bahia e a Ortodontia Contemporânea estará sempre de portas abertas para o Prof. Adriano, por toda a sua inovação e abordagens visionárias. Agradecemos!



quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Academia da Ortodontia Contemporânea - Prof. Ertty Silva


No primeiro dia fomos brindados com a bela aula do Professor Dr. Errty Silva, mostrando todos os conceitos que compõem o seu sistema de tratamento: Inovador, contemporâneo e com grandes fundamentações clássicas .... 

Um show, com uma rica casuística clinica aliada a uma teoria embasada em conceitos Bioprogressivos somado ao diagnóstico tridimensional e a biomecânica de ancoragem esquelética com miniplacas ortodonticas.

Um bom inicio para entender estes conceitos é ler o livro que o Professor Ertty publicou pela Editora Dental Press.








quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Marlos Loiola Curriculum


Academia da Ortodontia Contemporânea - 5º Modulo


Hoje inicia o 5º modulo da Academia da Ortodontia Contemporânea em Salvador. Teremos o imenso prazer de assistir as aulas de grandes nomes da Ortodontia Nacional. Nesta quarta-feira receberemos o Prof. Dr. Ertty Silva que terá como tema de aula: Tendências e Inovações na Ortodontia.





Na quinta-feira receberemos o Prof. Dr. Adriano Marotta Araújo que terá como tema de aula: Administração moderna da Clinica Ortodontica, Sistema Orthoi.




Na sexta-feira e no sábado, receberemos o Prof. Dr. Rhonan F. Silva que terá como tema de aula: Legislação Aplicada à Ortodontia, Aspectos legais da propaganda em Ortodontia e da documentação ortodôntica e Pratica de elaboração de um contrato de prestação de serviços voltado a terapia Ortodontica.




terça-feira, 20 de novembro de 2012

Xbow™ - Propulsor Mandibular








O Xbow™, é mais uma opção para o tratamento da má-oclusão de classeII associada a retrusão mandibular em pacientes na fase ativa de crescimento. Ele é montado nos Estados Unidos com exclusividade pela Great Lakes Orthodontics

Segundo a empresa este aparelho possui caracteristicas semelhantes as do Herbst™(Dentaurum). Ele é acoplado a maxila num disjuntor a nivel das bandas dos molares e na mandibula num tipo arco rigido por vestibular fixado de molar a molar, interligando as duas partes fica o dispositivo Forsus™(3M).

O que a empresa relata sobre o produto:

O Xbow ™ corretor da Classe II, aparelho hibrido que conecta um aparelho de expansão maxilar a um arco lingual mandibular atravé do dispositivo Forsus™. É uma exclusividade da Great Lakes, utilizado para distalização dos segmentos posteriores da maxila, uma alternativa para o Herbst ™ no tratamento da má oclusão de Classe II em crianças e adolescentes. A Fase I deste aparelho permite uma correção ântero-posterior simultânea e transversal.

O Xbow™ fica acoplado em um arco mandibular continuo contra os pré-molares e molares superiores, que desta forma, abre espaço para os caninos em erupção. Utilizado em conjunto com o dispositivo  Forsus™ da 3M Unitek, permite que Xbow™ promova uma sobrecorreção dos molares para em uma relação de Classe II.

O aparelho Xbow™ consiste em:

. Aparelho de expansão maxilar
. Arco Triplo "L"™ (arcada inferior labial-lingual)
. Dispositivo Forsus Fadiga(25mm Direct Push Rod) e parafusos Gurin (permite fácil ativação). Disponível a partir do seu representante 3M Unitek.


Link da Great Lakes Orthodontics:
Link do Xbow:
Casos Clinicos:

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

OrtoSPO 2012 - Paineis Orientados aos Alunos do Curso de Especialização em Ortodontia - IAPPEM/Salvador


Quatro alunas nossas, do Curso de Especialização em Ortodontia do IAPPEM / Funorte em Salvador, coordenado pela Profa. Elisabete Marques, tiveram seus painéis científicos aprovados e apresentados no Congresso da Sociedade Paulista de Ortodontia (OrtoSPO 2012)

Ficamos bem satisfeitos com o resultado final do trabalho realizado e ao mesmo tempo motivados em ver alunos  de especialização preocupados com o desenvolvimento cientifico. Parabéns a todas vocês !!!

Dra. Ana Clarisse Caíres
(Orientada pelo Prof. Marlos Loiola)

Dra. Fernanda Fernandes 
 (Orientada pelo Prof. Marlos Loiola)


 Dra. Magliane Roriz
  (Orientada pelo Prof. Wendel Shibasaki)



Dr. Thaisa Moraes
  (Orientada pela Profa. Lucineide Lima)

domingo, 11 de novembro de 2012

Aula na OrtoCirurgica -Extracionismo ou Não Extracionismo ?

Um grande prazer podermos compartilhar conhecimentos com os amigos do grupo de estudo OrtoCirúrgica !!! Um intercâmbio impar entre Cirurgiões BucoMaxiloFaciais, Ortodontistas e Colegas de outras especialidades....



quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Destaque Orto SPO 2012 - APARELHO PÊNDULO MODIFICADO ASSOCIADO À ANCORAGEM ESQUELÉTICA


APARELHO PÊNDULO MODIFICADO ASSOCIADO À ANCORAGEM ESQUELÉTICA POR MEIO DE IMPLANTES PALATINOS

Otazú A*, Fuziy A, Loiola M, Biasutti R, Lima S.


O aparelho pêndulo e suas variações apresentam como característica comum a ancoragem dentomucosuportada, sendo assim durante a distalização dos molares superiores ocorre simultaneamente o movimento mesial de pré-molares e de caninos e o movimento vestibular de incisivos. A ancoragem esquelética foi introduzida associando-se aos aparelhos distalizadores intrabucais para promover o controle da unidade de ancoragem .






O objetivo do trabalho foi apresentar por meio de painel a técnica passo-a-passo da utilização do aparelho pêndulo associado a ancoragem por meio de parafusos no palato .

Os autores concluiram que o aparelho pêndulo associado a ancoragem esquelética por meio dos parafusos palatinos mostrou-se um método eficaz e controlado para promover a distalização dos molares superiores com controle da unidade de ancoragem.



Parabéns ao Dr. Aldo Otazú, demais autores e ao seu Orientador Prof. Dr. Acácio Fuziy, pelo belo trabalho !!!

Se você também quiser compartilhar seu trabalho com os leitores do nosso portal, basta enviar o resumo com algumas fotos ilustrativas (livre de direitos autorais) e um email de contato. Agradeceríamos calorosamente.
blog@ortodontiacontemporanea.com