ORTODONTIA CONTEMPORÂNEA: Dezembro 2010

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Pensamento da Semana


"Para sonhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre."


Carlos Drummond de Andrade

1902 -- 1987

Link sobre o autor:

.
.
.
Um Excelente 2011 !!!
.
Marlos Loiola

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL !!!


"Que é o Natal? É a ternura do passado, o valor do presente e a esperança do futuro. É o desejo mais sincero de que cada xícara se encha com bênçãos ricas e eternas, e de que cada caminho nos leve à paz. "

Agnes M. Pharo
Feliz Natal amigos e amigas que sempre nos acomanham !!!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

FERIAS !!!

Amigos e Amigas,
O BLOG vai ficar sem atualizações por 02 semanas (voltaremos no dia 08 de janeiro), aos nossos visitantes sugerimos que vejam as postagens já feitas na barra lateral (Direita) com cada tópico (Mini implantes, Historia, Radiologia, Ortodontia Contemporânea, etc) são links é só clicar no que interessar. Bons estudos e até 2011 !!!

Marlos Loiola



sábado, 18 de dezembro de 2010

configurção ideal de força em Mini implantes palatinos



Neste artigo de 2010, publicado pela Angle Orthodontist, pelos autores Luca Lombardo; Antonio Gracco; Francesco Zampini; Filippo Stefanoni; Francesco Mollica; do Department of Engineering, University of Ferrara, Ferrara, Italia e do Department of Orthodontics, University of Ferrara, Ferrara, Italia. Mostra um estudo feito com metodo dos elementos finitos para avaliar a eficiencia dos mini implantes palatinos.

O estudo foi realizado com o objetivo de testar a hipótese de que o osso palatino não é capaz de suportar mini parafusos de titânio (11 mm de comprimento e 2 mm de diâmetro), quando submetido a forças normalmente geradas durante tratamento ortodôntico.

O sistema de mini implantes no osso palatino foi modelada e analisada usando o Método dos Elementos Finitos com o software ANSYS Multiphysics 10,0; testes foram realizados em ambos as situações em estado de osseointegração total e na ausência dele. Os cálculos foram realizados em ambos os casos em configurações onde o mini parafuso foi inserido em duas diferentes nas regiões palatinas: no Primeiro foi ancorada em uma camada de osso cortical e no osso trabecular; no segundo, duas camadas de osso cortical e o osso trabecular entre eles estavam envolvidos. Duas diferentes cargas foram levados em conta, 240 g\f e 480 g\f, sendo que ambos estão dentro do normal para o tratamento ortodôntico, e aplicada a força na cabeça do mini parafuso.

Os resultados demonstraram que os mini parafusos inseridos no palato pode ser ancorados no ósso e carregado dentro da escala de força ortodontica normal, sem exceder os níveis de estresse que possa levar a fraturas ósseas. O sistema osteointegrado foi caracterizado por um baixo nível de estresse do que a um nonosseointegrado, mas a região de ancoragem de segunda camada de osso cortical marcadamente pode reduzir o stress no osso trabecular, melhorando assim a estabilidade do implante, também na ausência de osseointegração.

A hipótese levantada foi rejeitada. Os Mini parafusos ortodonticos carregados de força não deve exceder os níveis de estresse pois levam a fratura óssea.


Link do artigo na integra via Angle Orthodontist:

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

DENTES COM DILACERAÇÃO RADICULAR: REVISÃO DE LITERATURA E APRESENTAÇÃO DE UM CASO CLÍNICO






Neste artigo 2007, publicado pela Revista OrtodontiaSPO, pelos autores SÔNIA RODRIGUES DUTRA; KARINE CABRAL; ELIZABETH MARIA BASTOS LAGES; ALEXANDRE FORTES DRUMMOND; ARIANE MARTINS SARAIVA FIGUEIRA; do curso de Especialização Disciplina de Ortodontia da FOUF/Minas Gerais. Apresenta um caso clínico de incisivo central superior permanente impactado e dilacerado cuja opção de tratamento foi o tracionamento ortodôntico.

Pode-se definir dilaceração como uma curvatura anormal entre a coroa e a raiz de um dente completamente desenvolvido.Essa anomalia de desenvolvimento é atribuída a um distúrbio de formação podendo ocorrer tanto na coroa quanto na raiz, onde a parte já calcificada é deslocada em relação à parte não calcificada. A angulação acentuada na raiz ou na coroa de um dente formado pode ocorrer em qualquer ponto ao longo do comprimento radicular (porção apical, média ou cervical), dependendo do estágio da formação radicular, quando ocorrido o trauma. O termo dilaceração dentária pode ainda ser encontrado na literatura como acotovelamento dentário, fratura traumática intrafolicular e luxação traumática intrafolicular.

Como fator etiológico geral atribui-se o trauma dos dentes decíduos, que por sua proximidade com o germe permanente pode provocar seu deslocamento durante a odontogênese, deslocando a parte já calcificada do restante não calcificado, do dente em formação. Entretanto, isso é controverso, pois muitos pacientes não relatam história de trauma na infância e essa deformidade já foi observada em pacientes com agenesia dos dentes decíduos. Além do trauma na dentição decídua, acredita-se também que o tecido de cicatrização, desenvolvido após a perda prematura de um incisivo decíduo, possa ser um obstáculo para a erupção normal do permanente sucessor, o qual altera sua trajetória normal de erupção ocorrendo a dilaceração. Encontra-se citação de pressão exercida por abcessos comprimindo a área radicular de dentes que estão evoluindo na proximidade destes processos inflamatórios. Alguns autores concluíram em seus estudos que a dilaceração se deve simplesmente ao desenvolvimento ectópico do germe do dente permanente.

Um dos primeiros sinais clínicos de dilaceração é observado na erupção de apenas um incisivo central, sem acometimento semelhante com relação a seu homólogo. O forte impacto causado pela ausência clínica do incisivo central superior permanente sobre a estética, nos obriga a refletir sobre a intervenção ortodôntica precoce, ainda na dentadura mista, com o objetivo de compor a harmonia do sorriso.

Dois tipos de dilaceração radicular são descritos: dentes malformados com angulação vestibular da raiz, os quais ficam geralmente impactados e dentes com angulação lateral da raiz que em sua maioria erupcionam espontaneamente1. A terapêutica atribuída a dentes impactados e dilacerados pode ser a exodontia do dente, ou ortocirúrgico, o qual envolve a exposição cirúrgica do dente não erupcionado e o seu tracionamento ortodôntico.

Duas técnicas cirúrgicas usadas para o tracionamento de dentes impactados são citadas na literatura: a técnica do retalho gengival reposicionado apicalmente e a técnica do retalho reposicionado em sua posição original. Dessas duas, a segunda tem oferecido melhores resultados tanto do ponto de vista periodontal quanto estético.

Com relação ao tracionamento ortodôntico, alguns cuidados devem ser tomados, como a utilização de forças suaves, para não comprometer a vitalidade do dente e a perda de osso na região cervical, obtendo ao final do processo, além do sucesso uma estética agradáve. A taxa de sucesso para o tratamento destes dentes impactados e dilacerados depende do grau de dilaceração, da posição do dente e do estágio de formação radicular do mesmo. Uma raiz dilacerada com ângulo obtuso, posição baixa e incompleta formação radicular teria um melhor prognóstico para tracionamento ortodôntico. Os insucessos para este tipo de tratamento se deve, principalmente, a processos de anquilose, reabsorção radicular externa e exposição radicular vestibular ou lingual após tracionamento ortodôntico.

CONCLUSÃO

• No caso clínico relatado, obteve-se um bom resultado clínico e funcional do incisivo central dilacerado após o tracionamento.

• O tratamento combinado ortodôntico-cirúrgico de dentes com dilaceração radicular é uma alternativa viável e deve ser tentado sempre que possível, pois na maioria das vezes envolve a estética.

• A exodontia do elemento dental dilacerado apresenta-se como uma postura radical que resultará num tratamento reabilitador futuro para o paciente. O planejamento sempre possível deve ser o tracionamento do dente para a posição correta dentro do arco dentário.

• A exodontia, apesar de radical, não deve ser descartada nos casos onde a falta de espaço irá requerer a remoção de um elemento dental saudável.


Link do artigo na integra via RevistaSPO:

http://www.ortodontiaspo.com.br/SPO-V.40-n.3/V.40-n.3%20(6).pdf

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Entrevista - Dr. Adriano Marotta Araújo

No Congresso da SPO 2010 - Marlos Loiola, Dr.Antenor Araújo e Dr. Adriano M. Araújo


Para mim é com grande satisfação que nesta semana em que o BLOG Ortodontia contemporânea completa 02 anos no ar. Teremos o imenso prazer de entrevistar o Prof. Dr. Adriano Marotta Araújo. Professor de Ortodontia da UNESP – São José dos Campos, Autor de livros e artigos científicos ligados a Ortodontia, pós-graduado nos Estados Unidos, Autor de Blogs e Diretor da Orthoi – Ortodontia e Ortopedia Facial. Tenho certeza que esta entrevista será enriquecedora para todos os que nos acompanham.

Marlos Loiola
- Dr. Adriano, nos fale da sua formação acadêmica, publicações, trabalhos ao qual esta envolvido.

Dr. Adriano Araujo
- Sou especialista, mestre e doutor em Ortodontia pela Unesp Araraquara e pós-graduado na Baylor College of Dentistry, Dallas, Tx. Minha linha de pesquisa e cursos são: Cirurgia Ortognática, Arco Segmentado, Crescimento Craniofacia, Técnica Lingual e Gestão de Serviços.

Marlos Loiola
- Você é um dos autores do Livro Manual de Orientação aos paciente com vistas à Cirurgia Ortognática da Editora Dental Press. Qual a importância deste trabalho para o Ortodontista, cirurgião e na relação com o paciente?

Dr. Adriano Araújo - Esta foi uma obra feita em familia com meu irmao e pai Drs Marcelo e Antenor Araujo respectivamente. Foi criada para facilitar a comunicação entre o ortodontista e o paciente que será submetido à cirurgia ortognática. Em poucos minutos, por um custo super baixo, sem computador ou outras ferramentas, o profissional consegue explicar o tratamento ortodôntico-cirúrgico passo a passo. Muito útil também para casos de compensação dentária de problemas esqueléticos. Mais infos do livro no artigo presente no link abaixo no meu Blog Dental Press

http://dentalpress.com.br/blog/adrianomarotta/files/2010/08/01.pdf

Marlos Loiola - Dentre vários artigos que você produziu, pude perceber que você demonstra o uso da mecânica segmentada na resolução de algumas situações. Qual a importância da incorporação desta técnica na ortodontia contemporânea? Seus Principais benefícios.

Dr. Adriano Araújo - Realmente uso muito os PRINCÍPIOS da técnica do Arco Segmentado de Charles Burstone (inclusive até traduzi cursos dele no Brasil). Trabalhar em Ortodontia procurando e evitando os efeitos colaterais dos nossos dispositivos é uma das principais lições que tirei da técnica. Obviamente não trabalho com a técnica pura no dia a dia, mas inevitavelmente trabalho com alguns acessorios da técnica nos casos mais complexos e diariamente no diagnóstico diferencial proposto por ele e pela Dra Birte Melsen.

Marlos Loiola - Dr. Adriano, você também está engajado em projetos sociais. Qual a sua atuação? Que conselho você dá aos colegas que queiram iniciar projetos parecidos em suas regiões?

Dr. Adriano Araújo - Toda empresa precisa ter um envolvimento social na sua região. Faz bem para todo mundo. Tenho um projeto social “Ortodontia do Século XXI” ver post link http://dentalpress.com.br/blog/adrianomarotta/2010/10/23/trabalho-voluntario-eh-bom-e-pega-bem/#comments e também criei um Grupo de Empresas da Saúde para fazer trabalho social de forma mais organizada. Chama-se Grupo One Prime http://dentalpress.com.br/blog/adrianomarotta/2010/11/03/grupo-one-prime-trabalho-social/

Acredito que fazer trabalho voluntário faz mais bem para nós mesmos do que para os carentes. Se organize e faça alguma coisa. Garanto que a recompensa virá em todos os sentidos. Acredite em mim.

Marlos Loiola - Na Orthoi, você preconiza um protocolo de atendimento e de tratamento diferenciado para os pacientes que o procuram. Você se embasou em clinicas americanas e européias. Você poderia nos falar de alguns diferenciais que você emprega?

Dr. Adriano Araújo - Quando voltei dos Estados Unidos, em 2003 finalizei meus estudos e criei e registrei a Ortho “i” . Ortho de Ortodontia e i de Inteligente. Um sistema inteligente de tratamentos ortodônticos. Principal diferencial: tratamentos rápidos (menos de 2 anos), alta produtividade (consultas a cada 8 ou 10 semanas), aparelhos modernos (colagem indireta, autoligados e Lingual) e sistema eficiente de cobrança e pagamentos (preço fechado). Da primeira consulta até o marketing, tudo tem uma sequência correta e cuidadosamente aplicada. Divido um tratamento em 7 fases. A primeira consulta da maneira que a executo é fundamental. Mas a grande vantagem no meu ponto de vista é manter seus rendimentos e trabalhar somente 3 dias por semana (não trabalho de sexta-feira há mais de 10 anos, por opção). Sem contar que com esse sistema você pode tirar férias e continuar recebendo normalmente. Mais infos: http://www.orthoi.com/

Marlos Loiola - Você dá um treinamento focalizando principalmente Sistema Inteligente de Tratamentos ORTHOi de Alta Produtividade. Qual importância de sair de um antigo método de atendimento, para protocolos realizados pela Orthoi?

Dr Adriano Araújo - A maioria dos ortodontistas trabalham da mesma maneira há quase 30 anos. Trocam borrachinas, colocam bandas, colam brackets um por um, cobram mensalidades e não possuem um plano estratégico de gestão e marketing. Se você entrar em uma banco hoje e comparar com um dos anos 80 vai ver que muita, mas muita coisa mudou. Ou ligar um computador hoje e 10 anos atrás. A Ortodontia também mudou, o Mundo também e o Brasil nem se fala. Trabalhar assim nos dias de hoje é quase um suicídio. Venho modelando meu sistema da trabalho há 8 anos. Usei da experiência internacional e adaptei minha estrutura e serviços para o dia de hoje. Tenho certeza que em poucos anos todo mundo estará trabalhando como a Orthoi trabalha hoje, não foi uma invenção, somente uma adaptação e necessidade. Os serviços da Orthoi Counseling de consultoria foram criados para ajudar o ortodontista a se recolocar no mercado de uma maneira mais eficiente, sem perder tempo e dinheiro. Para quem quiser o website da minha clinica é http://www.orthoi.com.br/

Marlos Loiola - Você acredita que a tecnologia é o grande aliado do Ortodontista Contemporâneo? Quais ferramentas você julga indispensável para um profissional de ponta?

Dr. Adriano Araújo - Não acredito, eu tenho certeza. Vivemos essa evolução todos os dias. Veja a evolução da telefonia móvel. Hoje falamos com uma pessoa do outro lado do mundo, vemos o rosto da pessoa e ainda não pagamos nada por isso (skype.com). A Ortodontia também mudou bastante, mas as pessoas não querem ver, a maioria tem medo de sair da sua zona de conforto e encarar a realidade. As vezes é mais fácil reclamar do mercado, dos concorrentes e do Brasil. Uso brackets autoligados há 8 anos , mini implantes há 10 anos e técnica lingual por computador nem chegou no Brasil e já uso há 5 anos. Não somente na ortodontia técnica temos que evoluir mas também no mundo virtual. Quanto antes o profissional da saúde se modernizar tecnicamente e entrar no mundo online melhor será. Websites próprios, newsletters, youtube, comunidades sociais, etc. A ferramenta indispensável é a inovação.

Marlos Loiola - Além do efeito estético que o aparelho lingual propicia, quais benefícios este recurso dá ao profissional e ao paciente?

Dr. Adriano Araújo - Nunca trabalhei com a técnica Lingual convencional e sim somente com a individualizada por computador Incognito (antiga iBraces) http://www.hiddenbraces.com/ Esta técnica oferece uma finalização mais precisa pois os fios também são individualizados pelo computador, menos quebra e maior controle ao profissional, além é claro, de ser o único aparelho100 % invisível para o cliente. Também mais confortável, por ser bem menor que os brackets lingual disponíveis.

Marlos Loiola - Dr. Adriano você também é autor de dois BLOGS (Blog Interativo do Adriano - Dental Press e OrtoEvolução da 3M). Qual a importância destes meios de comunicação no nosso meio?

Dr. Adriano Araújo - Comecei meu primeiro Blog em 2007 no blogspot http://www.orthoi.blogspot.com/ , mas como esta ferramenta ainda não era tão conhecida, fui perdendo o interesse de escrever sequencialmente. No ano passado (2009) dei um treinamento para equipe de vendas da 3M no Brasil, mostrando a capacidade de vendas da Orthoi e da produtividade dos aparelhos sofisticados. Nesta época fiquei sabendo da criação do website Ortoevolução e desde então sou um dos ortodontistas convidados http://www.ortoevolucao.com.br/blog.php?cd_autor=32 Sobre meu Blog pessoal publicado atualmente no Portal da Dental Press, recebi um convite direto do Dr Bruno Furquim. Na época estava atualizando o portal e decidimos fazer algo diferente. Assim o Blog foi nominado Cartas e tem carater multimidia, com videos, fotos, podcats e posts em texto é claro.Visite http://www.dentalpress.com.br/ clicar no Blog do Adriano. O Blog é um canal importante de comunicação com meus alunos e outros colegas ortodontistas. Não o uso como ferramenta para dentro do consultório. Para isso indico o facebook ou twitter.

Marlos Loiola - Gostaria que nos falasse dos seus projetos para o próximo ano. Publicações, trabalhos e cursos.

Dr. Adriano Araújo - Fui convidado para ministrar a Disciplina de Gestão de Serviços ao Cliente na pós-graduação de Admnistração e Marketing de uma conceituada instituição da nossa região, novo desafio, já que sempre dei aula para dentistas. Também para o ano de 2011 estamos organizando o primeiro Meeting Empresarial de Ortodontia no Brasil com formato super interessante focando a Gestão dos nossos consultórios com grandes palestrantes aberto para um seleto e pequeno grupo, aqueles ortodontistas empreendedores. Também vamos organizar uma Mini-Residência em Ortodontia no Exterior. Seguirei com minhas linhas de pesquisa, cursos de Ortodontia e os treinamentos da Orthoi Counseling, consultoria para ortodontistas de todo o Brasil que faço na própria clínica com módulos de 1 a 3 dias. Ou para grupos organizados em outros Estados. Mais infos de novo http://www.orthoi.com/

Marlos Loiola - Espero em breve contar com sua presença aqui em Salvador, para que os membros do GEORTO possam ter acesso aos protocolos inovadores da Orthoi.

Dr. Adriano Araújo - Com maior prazer. Ja escrevi em uns dos meus posts que a melhor maneira de aprender hoje em dia é com cursos para grupos pequenos. Os congressos são hoje uma combinação de mercado de lançamentos e sociedade para o Networking e não de aprendizado como antigamente. Ja li a respeito do GEORTO e parabens pela iniciativa. Em breve espero estar pessoalmente respondendo as questões do grupo todo.

Marlos Loiola - Prof. Dr. Adriano suas considerações finais.

Dr. Adriano Araújo - Dr Marlos Loiola e toda equipe do Ortodontia Contemporanea. Foi um prazer participar do seu Blog. Espero continuar prosperando e um dia voltar a participar e dividir minhas ideias com voces. Parabéns.


Link da clinica Orthoi do Dr. Adriano Araújo:

http://www.orthoi.com.br/

Link da Orthoi no Twitter:

http://twitter.com/#!/orthoi

Link do BLOG Dr. Adriano Araújo na Dental Press:

http://dentalpress.com.br/blog/adrianomarotta/

Link do Dr. Adriano no Blog Ortoevolução da 3M:

http://www.ortoevolucao.com.br/blog.php?cd_autor=32

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

2 anos já vai para a escola




Olá amigos do Ortodontia Contemporânea! Sou Wendel Shibasaki e estou neste projeto, capitaneado pelo Dr. Marlos Loiola, desde sua concepção, há exatos 2 anos.



Só quem faz blog tem idéia do quanto é penoso fazer postagens diárias, como acontece com este blog. Isso só foi possível graças a abnegação do Marlos. Esporadicamente, tentei fazer algumas contribuições, por postagens ou por funções administrativas, o que me deixa orgulhoso em ver uma iniciativa voltada para a formação complementar pessoal de dois recém formados ortodontistas tomando forma de base de pesquisa e leitura de ortodontistas de tantas cidades espalhadas pelo mundo.


Portanto, este projeto que um dia foi do Dr. Marlos e meu (peço licença para o possessivo), já não nos pertence mais. Tornou-se um portal interativo com o poder de aglutinar ortodontistas comprometidos com a especialidade e com a ciência.


Com a aproximação de tantos colegas competentes, nasceu o GEORTO - Grupo de Estudos em Ortodontia da Bahia. Inicialmente com meia dúzia de guerreiros, mais uma vez mostrou o desejo da educação continuada: Contamos com mais de 30 colegas dispostos a mensalmente investir um ou dois dias para o estudo da Ortodontia Contemporânea.


Grandes projetos continuam surgindo. Em novembro, tivemos a honrra de receber o Dr. Bruno Gribel para nos brindar com sua brilhante explanação de diagnóstico em 3D na ortodontia.

Agora, com 2 anos de idade, o Blog Ortodontia Contemporânea une forças com o GEORTO para anunciar uma sequência de cursos oferecidos aos participantes do grupo de estudos:


Abriremos essa sequência com o tema - Braquetes Autoligados -



A Dra. Rosangela Damis já foi contatada pela ORMCO e estará conosco falando sobre o sistema Damon. A Dra. Rosangela ministra cursos sobre o assunto em todo o Brasil e já tive a satisfação de vê-la falar (SPO2010), o que me deixa com grandes expectativas para nosso encontro, provavelmente em março de 2011. Preciso e quero deixar os agradecimentos para a Claudia, contato na Ormco, pela paciência em incansáveis trocas de e-mails para viabilizar este curso.





Como estamos falando de grandes nomes e de grandes fabricantes, o Dr. Eduardo Macluf já foi confirmado para o mês de abril de 2011. Ele nos apresentará as opções da American Orthodontics para braquetes autoligados, bem como suas considerações sobre o tema. Aqui fica meus agradecimentos ao Tadashi Fuzzi, ícone da American Orthodontics no Brasil (Hiplus).


Muitos outros cursos estão em fase final de negociação para viabilizarmos para nosso grupo. Anunciaremos na medida das confirmações. Aguardem!

Lembramos que o GEORTO é formado por amigos com a finalidade de educação continuada, sem fins lucrativos, exatamente como este blog. Mas se você é ortodontista ou estudante de especialização, tem comprometimento com a ortodontia e deseja participar do GEORTO, basta entrar em contato informando seu desejo que nossas portas se abrirão imediatamente, sem discriminação de qualquer espécie. Nosso lema é a democratização da informação entre os colegas, independentemente da sua formação, técnica ou escola.


Mas para comemorar os dois anos do Blog ainda temos mais novidades: Compramos o domínio (http://www.ortodontiacontemporanea.com/) e a versão para celular estará, em breve, no ar. Assim ficará mais fácil e rápido navegar no nosso blog pelo seu smartphone ou celular.


quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Parabéns!!! 2 ANOS


Ortodontia Contemporânea

Exemplo de dedicação, exemplo de educação continuada, que em dois anos nos apresentou conhecimento e os assuntos embasados sempre em artigos científicos. Hoje, Ortodontia Contemporânea é uma fonte de informações de acesso rápido e fácil com todos os artigos resumidos de forma clara e objetiva, desta forma favorecendo a atualização de toda a classe. Além disso, Ortodontia Contemporânea disponibiliza um espaço para debates e troca de conhecimento entre os profissionais, fortalecendo ainda mais o conhecimento.

O “BLOG” sem dúvida nenhuma é isso tudo, mas o “BLOG” não existiria se não fosse nosso colega Marlos Loiola, que com seu incansável esforço para manter a ortodontia em um padrão de excelência vem nos possibilitando conhecimentos atualizados na área.

Marlos Loiola,

Só temos a agradecer e parabenizá-lo por tudo que o BLOG representa para a ORTODONTIA CONTEMPOTÂNEA


Marcos Oliva

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

02 anos do Ortodontia Contemporânea


No dia 09 de dezembro de 2008, “nascia” o Ortodontia Contemporânea. Fruto de uma busca pessoal em estar constantemente atualizado com a leitura de artigos científicos disponíveis na internet. Com o passar do tempo convidei o amigo e colega de especialidade Wendel Shibasaki para participar deste projeto. Me propus a tentar fazer uma postagem por dia. Confesso que as vezes é difícil, mas procuro dentro do possível e das limitações levar isto como meta. Agora em 2010 o nosso grupo aumentou com a presença do também amigo e Cirurgião Buco-Maxilo-Facial Marcos Oliva. Que vem nos ajudando com o resumo de artigos e entrevistas relacionados a sua área de atuação.

Nunca tivemos a pretensão em ter grande visibilidade. Mas mês a mês com muita surpresa constatei que colegas brasileiros na maioria e portugueses nos visitam de forma progressiva, o que me deixa satisfeito e ao mesmo tempo motivado a continuar neste projeto. Pude ter uma noção do fruto disto tudo, numa viajem que fiz com um grupo de brasileiros em setembro deste ano a Universidade de Michigan. No qual tive o prazer de conhecer colegas de especialidade de vários centros do nosso Pais. E me deixou muito feliz saber que alguns já eram visitantes do BLOG. Lá recebi muitas sugestões e palavras de apoio, retornando muito motivado e feliz em ter feito amigos de vários pontos do Brasil. Os quais espero rever aqui em Salvador ou em outro evento ligado a nossa especialidade o mais breve possivel.

Paralelo ao BLOG no ano passado nascia o GEORTO (Grupo de Estudos em Ortodontia da Bahia), outro projeto que tem o objetivo focado na atualização cientifica profissional. Iniciamos com um grupo de 05 amigos com o intuito de discutir os casos clínicos de consultório, artigos publicados de relevância, livros e na apresentação de aulas que julgávamos pertinentes e ligados a nossa area de atuação. E para minha surpresa hoje contamos com 36 profissionais participantes (Ortodontistas e estudantes de especialização), 01 Cirurgião Buco-Maxilo-Facial (Com formação em cirurgia ortognática), 01 Periodontista, 01 Especialista em DTM e uma Fisioterapeuta, dando desta forma, uma visão multidisciplinar as nossas discussões. Uma parte do nosso grupo esteve presente no ultimo congresso da SPO. Com o intuito inicial de se atualizar e repassar as novas informações ao restante do grupo numa próxima reunião. Mas lá também fizemos ótimos contatos que vieram possibilitar que Ortodontistas de outros centros viessem dar aulas para GEORTO. Abrimos esta nova etapa neste mês de novembro, com a presença do Professor Bruno Gribel de Belo Horizonte - MG, que mostrou todos os recursos que vem desenvolvendo para o Diagnóstico 3D na Ortodontia (Compass3d). Novidades já estão agendadas para 2011.

Bem, esta semana é especial pois consegui junto com meus amigos a manter este blog no ar e atualizado por 02 anos e espero continuar por mais anos. Conto com as sugestões e criticas dos nossos visitantes. Agradeço a minha esposa e filho pelo incentivo e compreensão, aos amigos Wendel Shibasaki e Marcos Oliva pela inestimavel ajuda com o BLOG, aos amigos e amigas do GEORTO pelo apoio e comprometimento, aos alunos e coordenadores das especializações em Ortodontia que tenho a honra de estar participando como Professor (Dr. Gino Pulitini-CEBEO; Dr. Antonio Carlos França-CENO; Dra. Elisabeth Marques-IAPPEM), aos colegas, funcionários e pacientes da NOI - Núcleo de Odontologia Integrada, aos amigos de todo o Brasil que venho conhecendo tanto nos cursos como em eventos e também em função das visitas que fazem ao BLOG. Mas agradeço principalmente a DEUS, por me dar saúde suficiente para estar tocando e participando de tanto projeto ao mesmo tempo.


Abraços,

Marlos Loiola


Link da nossa primeira postagem aqui no BLOG:

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Estatisticas dos dois anos do Ortodontia Contemporânea








Alguns dados estatísticos do Ortodontia contemporânea. Nestes dois anos de existência:

227.806 visitas

Tempo médio de visualização do site por visitante: 00:02:31

Visitantes de 126 Países já passaram pelo BLOG

200.972
são Brasileiros

15.065
Portugueses

1.227
Norte americanos

No Brasil recebemos visitas de 393 cidades

Os colegas de São Paulo (capital) são os que mais visitam o Blog: 28.823

Seguidores do Rio de Janeiro (Capital) : 18.383; Belo Horizonte: 9.383; Brasilia: 7.803 e Salvador: 7.050 visitas

Fonte: Google Analytics

O BLOG conta com 233 Seguidores diretos

Nossa pagina no Twitter (@ORTODONTIA) conta com mais de 920 seguidores

No Ortodontia Contemporânea Já foram realizadas 593 Postagens, nestes dois anos.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Pensamento da Semana


"Ser feliz é encontrar força no perdão, esperanças nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a Deus a cada minuto pelo milagre da vida."


Fernando Pessoa
1888 - 1935


Link sobre o autor:

sábado, 4 de dezembro de 2010

Pensamento da Semana


"A única pessoa realmente cega na época de Natal é aquela que não têm o Natal em seu coração."


Helen Keller

1880 - 1968

Link sobre a autora:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Helen_Keller


Abraço ao JV (Blog do Dentista) e aos demais colegas, por esta bela iniciativa !!!

Natal pelos Blogs de Odontologia:

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

CONFORTO E FONAÇÃO COM A NOVA GERAÇÃO DE BRÁQUETES ORTODÔNTICOS LINGUAIS INDIVIDUALIZADOS








Neste artigo de 2009, publicado pela Revista CEFAC, pelos autores Adriano Marotta Araújo, Fernanda de Oliveira e Silva, Weber José da Silva Ursi, Eduardo César Werneck; do Curso deEspecialização do Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro, IEPC, Cruzeiro, SP e da disciplina de Ortodontia da Universidade Estadual Paulista, UNESP, São José dos Campos, São Paulo. Realiza uma revisão sistemática da literatura para verificar a adaptação do paciente a diferentes dispositivos ortodônticos linguais e a influência desses dispositivos no conforto e na fala, principalmente.

Recentemente o número de pacientes desejando um tratamento ortodôntico aumentou consideravelmente. No entanto, adultos não tem boas reações em relação ao tratamento convencional, pois mesmo quando se utilizam bráquetes de porcelana ou derivados do plástico os fios permanecemà mostra e a estética fica prejudicada. A técnica lingual oferece a opção mais estética de tratamento ortodôntico, pois os bráquetes ficam invisíveis colados na superfície lingual dos dentes e os lábios não ficam protuberantes.

Apesar da grande vantagem estética, essa terapia possui também desvantagens, como: restrição no conforto oral, na fala, na higiene, pode causar irritações na língua, restrição no espaço da língua e dificuldades na alimentação.

Diversos dispositivos linguais têm sido descobertos e clinicamente usados particularmente em pacientes adultos. Sabe-se que quanto menor as dimensões dos dispositivos linguais menor os efeitos na articulação de palavras, no conforto oral, na mastigação, na restrição do espaço da língua e irritações em forma de lesões.

A técnica lingual foi descrita por Fujita K em 1979 para que o tratamento ortodôntico pudesse ser mais estético. No decorrer dos anos, diversos estudos foram realizados com intuito de verificar quais seriam as desvantagens desta técnica, já que a vantagem estética estava claramente definida.

O posicionamento dos bráquetes é outro fator de grande importância. Sabe-se que quanto mais próximo ao dente, menores são as desvantagens causadas pelos acessórios, mesmo quando se utilizao mesmo tipo de bráquete. A colagem indireta é significantemente mais precisa no posicionamento dos bráquetes do que a técnica indireta.

Diante da necessidade de um tratamento mais estético e confortável ao paciente, em 2003 um novo conceito de bráquetes linguais confeccionados por computador com individualização das bases, da posição de colagem e dos fios utilizados no tratamento ordodôntico foi apresentado. Assim, para cada dente é confeccionado um bráquete específico adaptado perfeitamente através de um software no computador. Após a moldagem e obtenção dos modelos de estudo faz-se uma representação completa tridimensional computadorizada através de um scanner de alta resolução que examina o modelo sob várias perspectivas. De acordo com o planejamento do caso, monta-se um set-up, ou seja, uma simulação da correção do posicionamento dentário final em modelos de gesso. Confecciona-se então uma basede bráquete individualizada para cada dente. O corpo do bráquete é desenhado livremente no computador,com perfil extremamente pequeno garantindo absoluto controle sobre o dente e facilitandoa ligação entre eles. Estes corpos dos bráquetes são adicionados ao set-up e à base de bráquete e são organizados de modo que os slots (canaletas) dos bráquetes fiquem alinhados. A altura vertical, a angulação e o torque são incorporados nos fios com o auxílio de um robô.

Equipamentos de rápida prototipagem são usados para transformar os bráquetes virtuais em um análogo de cera e, então, em um produto final com uma dureza excepcional composto com uma ligade ouro. Os bráquetes podem ser colados diretamente sobre os dentes, mas o ideal é fazê-lo de forma indireta através do molde de silicone. Esse sistema de bráquetes melhorou três principais desvantagens relacionadas aos pré-fabricados: a dificuldade de colagem e recolagem dos bráquetes, problemas no processo de finalização e desconforto do paciente.

Em 2005 bráquetes linguais pré-fabricados e individualizados foram comparados em relação ao conforto oral, fala, mastigação e higiene oral e verificou-se que, quando individualizados, os bráquetes apresentam significativamente menos problemas com lesões e restrições no espaço da língua e, consequentemente, menos alterações na fala e um menor período de adaptação comparado ao grupo com bráquetes pré-fabricados.


CONCLUSÃO

Os bráquetes individualizados lançados recentemente ainda não possuem uma quantidade significativa de trabalhos padronizados, porém, a literatura atual suporta que essa nova geração de bráquetes lingual proporciona maior conforto e facilidade na fonação quando comparados com os bráquetes tradicionais da técnica lingual.

O sucesso na terapia com o aparelho lingual requer considerável atenção tanto por parte do ortodontista e paciente, como também o auxílio de um especialista em motricidade orofacial, principalmente nas primeiras consultas. Não há razão para se contra-indicar o aparelho lingual para nenhum paciente. Os mesmos devem ser informados do potencial de restrição do conforto oral, articulação de palavras, mastigação e higiene oral independentedo sistema de bráquetes a serem utilizados.

Link do artigo na integra via Scielo: